(21) 2522-0096

  Além do calor a estação geralmente traz o aumento na conta de luz, principalmente com as mudanças nas bandeiras tarifárias (definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica, ANEEL). Por isso o consumidor precisa ficar atento a seus hábitos, especialmente nessa época do ano, mas com medidas simples, ao alcance de todos em casa, é possível economizar energia no verão, sem perder conforto.

   As dicas de como economizar energia no verão valem para evitar o desperdício, nesses tempos de energia mais cara devido aos baixos níveis dos reservatórios e acionamento de térmicas. Confira:

 

– Usando a geladeira:

Faça o teste do papel para saber se a vedação de sua geladeira está 100%. Para saber se a borracha da sua geladeira está vedando como deveria, faça o teste do papel. Coloque uma folha entre a porta e a borracha e feche. Puxe o papel. Se sair facilmente é sinal que a borracha esteja em mal estado. Mas atenção, faça o teste na parte superior, inferior e na lateral.

Não coloque as roupas para secar na parte detrás da geladeira, isso irá forçar o motor e fazer com que sua geladeira consuma mais energia.

 

– Usando as lâmpadas:

Não ligar as luzes durante o dia. Aproveite a iluminação natural. Abra as janelas e cortinas.

Na hora de pintar a casa, escolha cores claras, que refletem melhor a luz e diminuem a necessidade da iluminação artificial.

 

– Usando o chuveiro:

Use a chave seletora na posição Verão, isso irá reduzir o consumo de energia em até 30%.

Evite banhos demorados.

 

– Usando o ar-condicionado:

Use o controle do ar-condicionado para programar o desligamento uma hora antes do seu despertar pela manhã.

A potência do ar deve ser compatível com o tamanho do ambiente.

Limpe o filtro periodicamente.

 

- Usando a máquina de Lavar:

              Junte uma boa quantidade de roupas e lave essas peças todas de uma só vez.

 

– Usando o ferro elétrico:

Junte uma boa quantidade de roupas e utilize o ferro de uma só vez.

Use a temperatura indicada no ferro elétrico para cada tipo de tecido.

 

Fonte: www.sustentarqui.com.br 26/12/2017